terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Animal fotossintetizante?

Bom galera, isso não é novidade, mas é pouco falado pelos professores em sala de aula... Lembro-me que uma vez, em uma aula, uma aluna me perguntou se existia algum animal fotossintetizante. Eu, na época, não sabia deste caso, mas certo de que tudo na natureza é possível, tive a felicidade de falar que não sabia de nenhum caso, mas que nem por isso poderíamos considerar a inexistencia de um animal fotossintético como verdadeira. Os alunos cairam na gargalhada e debocharam muito dela... coitada! E não é que existe mesmo? Biologia é assim meu caro: vivendo e aprendendo! Mas como eu queria poder ter tido a portunidade de mostrar este caso para aquela aluna... Que pena!

Bem, trata-se de um molusco, mais especificamente, uma lesma-do-mar. Seu nome científico é: Elysia chlorotica

Ela realiza fotossíntese aproveitando os cloroplastos das algas marinhas das quais ela se alimenta.Mas agora descobriram que ela é capaz de sintetizar a sua própria clorofila (o “combustível” que os cloroplastos precisam para funcionar). Aparentemente, ao longo da evolução, ela adquiriu vários genes das algas que permitem que ela faça isso. Ou seja, se um dia faltarem algas na mesa, ela pode realizar fotossíntese exatamente como fazem as plantas.

Uma equipe liderada por Mary Rumpho da Universidade do Maine publicou um estudo indicando que a lesma verde também “roubou” o gene das algas que come. Em uma Lamarckiana “transferência horizontal”, de alguma forma, em algum ponto de sua evolução, os genes pularam das plantas para os moluscos, permitindo que os cloroplastos realizem finalmente fotossíntese. Lamarck daria um sorriso, ainda que tal transgenia seja extremamente rara.

Agora, satisfazendo a dúvida que todos devem ter, a New Scientist também perguntou se algo similar poderia algum dia ser reproduzido em humanos. A resposta? Improvável. “Nosso trato digestivo apenas tritura tudo – cloroplastos e o DNA”, respondeu Rumpho.

Uma curiosidade é que o estudo foi editado por Lynn Margulis, bióloga notória por suas idéias sobre a origem de organismos eucariotos em nosso planeta. Não é tanto surpresa porque essa espécie de oba-oba com organelas, genes e organismos roubando, ou melhor, cooperando de maneira simbiótica é exatamente o que Margulis propôs em 1966.

A idéia de que a célula eucariótica, repleta de estruturas especializadas e complexas surgiu da união de células procariotas primitivas pode parecer óbvia hoje, mas seu trabalho original foi “rejeitado por quinze periódicos científicos”.

para quem quiser ver um vídeo desse bicho aí vai o link: http://www.youtube.com/watch?v=aIyaxgBkToU

Abraços e até +

16 comentários:

  1. Nossa! Comentei hoje com meu professor de biologia se o caso da incorporação das Mitocôndrias às células em geral e a sua transmissão genética não poderia se encaixar em um caso de evolução Lamarckista; e logo após isso o questionei sobre a possibilidade de ocorrer o mesmo com células animais e cloroplastos uma vez que representaria um mecanismo de adaptação vantajoso para diversas espécies. Ele mencionou uma reportagem da revista SUPER INTERESSANTE que eu não consegui encontrar porém encontrei o seu site e agora estou ainda mais inquieta sobre o assunto! Que loucura esse mundo teórico; nos faz descartar possibilidades para somente então percebermos que não conhecemos muito, e nenhuma hipótese pode ser diminuída. Muito interessante seu site!
    Beijoss, Mariana, Porto Alegre-RS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa eu falo isso o tempo todo que gosado e realmente iinteressane isso

      Excluir
    2. '''''''''''''''''''''''''' Agora, satisfazendo a dúvida que todos devem ter, a New Scientist também perguntou se algo similar poderia algum dia ser reproduzido em humanos. A resposta? Improvável. “Nosso trato digestivo apenas tritura tudo – cloroplastos e o DNA”, respondeu Rumpho.''''''''''''''''''''''''''' (a pele é não só respira como absorve) também somos organismos que evoluem eu pratico evolução desde que nasci pelo que me contam e o que sou agora..

      Excluir
  2. Meu professor falou isso na sala esta semana,e pra falar a verdade quase não acreditei.Muito legal su blog.

    ResponderExcluir
  3. Bem interessante...
    Lamark queimou a língua... KkKkKkKk
    Por que ñão existir animais com cloroplastos?? Se existem com mitocôndrias... Pode ser, pode ser...

    Muito bom o blog, agora siim gravei o noome da maledita Elysia chlorotica...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lamark não queimou a língua, esse fato apoia sua teoria.. é o contrario.. entendeu..

      Excluir
  4. CARA...VC PODE ATÉ NÃO ACREDITAR...MAS ESTOU COM MUITA RAIVA DESTA TAL Elysia chlorotica, como é que pode uma coisa desta,passamos um tempão aprendendo o que seria uma regra e de repente toda a teoria é derrubada.
    MAS SIMPLISMENTE É FANTÁSTICO SABER DA EXISTÊNCIA DE UM SER ASSIM.
    ADOREI O BLOG.PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  5. eu queria saber o que é fotossintetizantes preciso disso para escola e ninguem consegue me explicar o que é!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tambem nao sei e pressiso disso para amanha e nao acho na inernet e nimguem sabe o que e e isso vale ponto



      bjs:e se alguem souber por favor responda

      Excluir
    2. são todos aqueles organismos que produzem a fotossíntese.

      Excluir
  6. Fotossintetizantes são aqueles organismos que utilizam a energia luminosa (luz do Sol) para produzirem a sua energia. Absorvem CO2 e liberam O2. Ex.:a maioria dos vegetais e esse novo molusco, a Elysia chlorotica.

    Abraço.
    Obs: se tiver algo errado, pfavor alguem corrija.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. então, resumindo: são aqueles organismos que produzem à fotossíntese.

      Excluir
  7. alguem sabe o que e autotrofos por favor responda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. são seres que produzem seu próprio alimento. ex: plantas.

      Excluir
  8. autótrofos são seres que produzem seu próprio alimento. ex: plantas.

    paulo amei seu site, me ajudou bastante.

    ResponderExcluir
  9. gente gostaria de saber a data em que surgiu o primeiro ser fotossintetizante.

    ResponderExcluir